quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

O templo romano mais antigo do país foi descoberto em Santarém

Roma ergueu vários edifícios no planalto da alcáçova, mas somente o templo romano de Scallabis, construído no século I antes de Cristo, chegou até aos nossos dias, embora apenas tenham resistido o podium e a parte da cella. Classificado como Monumento Nacional desde 1995, é o achado romano mais antigo no país, permitindo seguir, desde o início, a presença romana na Península Ibérica.
Inserido em zona urbana, dentro da muralha medieval, o templo foi encontrado durante as obras de recuperação do jardim da Casa da Alcáçova, nas Portas do Sol, um empreendimento de turismo de habitação que chegou a estar em risco devido a esta descoberta.
O templo, de planta quadrangular, tem uma altura máxima de quatro metros, e no centro da plataforma foi construída uma cisterna, entre os séculos XII e XIII, além de ter ainda sido edificado um picadeiro, no final do século XIX.
Os primeiros vestígios da ocupação romana em Móron datam de 139 antes de Cristo. Alguns anos mais tarde foi criado, em local por identificar, um acampamento fortificado (praesidium), que deu origem à cidade (civitas) de Scallabis. O papel militar desta colónia manteve-se até às invasões dos alanos e dos vândalos, por volta do século V depois de Cristo. Carlos Quintino

Sem comentários:

Publicar um comentário